Pub

Queria vender Daniel para pagar cura da filha

Segundo o namorado da mãe de Daniel, a criança que esteve desaparecida durante três dias na Madeira em janeiro, o objetivo de Lídia era vender o filho para pagar a cura da filha que sofre de problemas cardíacos, revela o Jornal de Notícias.
Foto: Noticias ao Minuto
A história de Daniel, o menino que desapareceu na Madeira durante três dias em janeiro, vai ganhando contornos cada vez mais complexos. Segundo o que o namorado da mãe da criança contou ao Jornal de Noticias, o objetivo de Lídia era vender Daniel por 125 mil euros, para assim ter dinheiro para pagar a cura da filha, que alegadamente sofre de problemas cardíacos.

Roberto Carlos Sousa, o namorado, já terá entretanto falado com as autoridades, e ao Jornal de Notícias mantém a versão de que desconhecia o plano de Lídia, apesar de revelar que Carlos Sousa, o pai da criança, estava informado da situação, tendo denunciado o caso à Polícia Judiciária “porque não aguentava ver a Lídia com outro homem”.

Recorde-se que o desaparecimento da criança ganhou atenção dos media, sendo que ao fim de três dias, o bebé acabou por ser encontrado, bem de saúde, relativamente perto de Calheta, a localidade onde a família vive.

Lídia teria a intenção de vender o filho a um casal abastado de madeirenses emigrados na América do Sul, mas a versão terá entretanto mudado – o destino final de Daniel seria, afinal, Inglaterra. Uma versão que só o alegado intermediário do ‘negócio’ poderá esclarecer.
 
A mãe da criança encontra-se detida, acusada de tráfico de pessoas e sequestro. Será hoje presente ao Tribunal do Funchal.

Fonte: Noticias ao Minuto

Pub