Uma História de Amor invulgar - Aconteceu na minha VIDA

Uma História de Amor invulgar

A pequena história que vou aqui transcrever, trata-se de uma realidade que me aconteceu. Conheci um excelente casal. Depois da morte de Carlos Ramos, actor, e de ter dado os meus pêsames, aos amigos e familiares dele, bem como ao irmão, Luís Ramos, também ele actor, respondeu-me uma rapariga de nome Carmo.
Foto: Rogério Rosa
Fui conhecê-la. Ela era amiga do Carlos e tinha outro elo comum, ter sido amiga de Jorge Marin, coreógrafo/bailarino.
 
Fiquei impressionado com a vida dela e de sua companheira a Carla. Nunca tinha presenciado tanta miséria junta, mas havia algo de bom, o amor, e os afectos que as uniam. Um amor incondicional, único e verdadeiro. Pouca gente as compreendia.

Visitei-as, ajudei, como Técnico de Emergência Social e além do que fiz, também, lhes devolvi a vontade de viverem. Á Carla, entretanto, foi-lhe diagnosticado um cancro. As lágrimas, o sofrimento, e lá estava a Carmo, ao seu lado, mesmo quando alguém, lhe disse que a deixasse, e que ela, a Carla, fosse para casa da mãe. Um choque, uma vontade de lutar e finalmente, o afecto e o amor.
 
A Carmo, com os seus problemas de arranjar emprego, e de andar de canadianas devido a um acidente de viação, e agora, a Carla doente e sem quaisquer prestações sociais, iam ver-se gregas para sobreviverem. Tudo estava posto em causa, até a casa, que teriam de deixar. Mas, a união, o amor e o companheirismo, esse era inabalável.
 
Hoje, estão bem, comparando com o passado, e a Carla, está curada e a Carmo, trabalha. Isto são exemplos vivos de como é possível, amar, pensar, lutar lado a lado e sobreviver a todos e a tudo. Felicidades e que esta história, sirva de exemplo!
 
Repórter de Memórias
Por: Rogério Rosa 
Comente no Facebook

0 comentários:

Enviar um comentário