Pub

Aconteceu ontem, no café Portela no Centro Comercial Vasco da Gama

Todos os dias vou tomar café ao Portela no Centro Comercial Vasco da Gama em Lisboa e não consegui resistir em contar esta história.

Pode haver muitos cafés no Parque das Nações em Lisboa, mas como o Portela é difícil. Consigo em minutos apreciar os movimentos dos seres humanos nos seus instintos mais básicos. É sim, num local como este, comercial, que vemos a essência de algumas pessoas.
Foto: Zomato

O que não é normal por vezes é com tanto movimento nos depararmos com pessoas tão boas e humildes como as que estavam sentadas ao meu lado.

Começo então por revelar um pouco do que vi, uma senhora que devia ter uns 60 anos e uma jovem de, talvez 19 anos, que era neta.

Eu já estava sentado com o meu café quando chegaram, reparei na atenção que a neta tinha com a avó, desde o ajudar a sentar, a ir buscar o café e o pequeno pormenor de tirar um guardanapo e colocar mesmo ao lado da chávena bem dobradinho.

E não ficou por aqui, as palavras que vinham destas duas pessoas era tão perfeitas que não resisti em ouvir. Frases bem formadas, palavras correctas, parecia que estava numa sala de aula e com a melhor professora de português do mundo.

O que me levou a ficar um pouco emocionado, sim, também me emociono, foi o que ouvi a seguir, coisa que raramente ou mesmo nunca tinha visto na minha vida, pelo menos com uma jovem daquela idade.

No meio da conversa entre as duas, eis que surgiu esta observação:

"Avó, não tens de te preocupar de eu estar sempre a fazer isto. Levanto-me as vezes que for preciso para te trazer o que quiseres. Sabes, quando era criança foste tu que sempre estiveste a meu lado a fazer o que estou a fazer agora. Mesmo assim acho que não viverei anos suficientes para fazer o que fizeste por mim. E irei de certeza um dia ter a tua idade e irei dizer a mesma coisa que tu dizes, mas sabes, o que eu gostava mesmo nessa altura era de ter alguém como tu ou como eu."

Digam lá, sabe bem ou não ouvir isto?

Escrito por: Sérgio Lemos Figueiredo

Pub


alegre (13) amor (163) Casamento (6) confições (197) destaque (180) divórcio (17) drama (12) elas (40) Ele (29) eles (38) familia (82) filhos (30) História (27) Mulher (18) Pedrógão Grande (6) Portugal (11) Relação (5) Repórter de memórias (3) Traição (10) triste (11) Viagem (10) viagens (41) vida (61)