Pub

2017 começou junto da minha familia, o mais importante que temos

Foi assim que acabou o meu 2016 e começou o meu 2017.

Nunca desejei tanto o fim de um ano e o começo de outro. Pois, este foi sem dúvida o principio de um novo livro. Uma nova história. Lembrar 2016!! Sim até posso, mas deixarei na caixa, bem fechada para um dia mais tarde abrir e lembrar...ainda é muito cedo.
Foto: Sérgio Lemos Figueiredo
Antes de começar, o que desejo a todos e em particular a si que é leitor do meu blogue, as maiores felicidades. Desejo sem dúvida trabalho a quem não o têm e saúde a quem precisa. Desejo um tecto a quem precisa e de alimento a quem não tem.

Quero com isto dizer, que as palavras paz, saúde, dinheiro são só palavras. Mas ainda existe uma possibilidade de fazer com que deixem de ser só palavras, basta lutar, trabalhar e acreditar sempre que tudo vai melhorar, sim vai, mas tem de vir de nós.

Vivo com a minha irmã, com os meus dois sobrinhos e com a linda (não conhecem mas é simpática, lool), éramos para passar a passagem do ano aqui em casa e trazer os meus pais. A minha avó estava no hospital internada e pensávamos que não vinha para casa, pois a situação não era  a melhor. Felizmente pensamos mal. Dia 29 de Dezembro deram-lhe alta e voltou para casa dos meus pais.

Nesse mesmo dia fizemos as malas e fomos passar a passagem do ano a casa dos meus pais. É assim, junto da família é que devemos estar. Mesmo para aqueles que não têm família, devem ter muitos amigos a quem os considerem família. Aos nossos emigrantes desejo que regressem em breve nem que seja para uma visita sentida.

Para mim 2017 começou muito bem e com muita vontade de trabalhar, sim, o que mais desejo a mim próprio é trabalho, muito trabalho. O resto será sempre consequência do meu esforço e luta. Tente pensar desta forma, eu tenho tido sucesso com ela.

Sim desejo a todos muito trabalho.

Escrito por Sérgio Lemos Figueiredo

Pub