Pub

Decidi ser motorista da UBER por uns meses

Normalmente passo horas e horas em frente ao computador. Muito tempo parado. Decidi trabalhar uns meses como motorista utilizando a aplicação da UBER.

Sou utilizador deste serviço e sempre quis saber o que é estar atrás de um volante todas essas horas.

O titulo poderá estar errado, não existe motoristas da UBER nem ninguém trabalha para a UBER. Existem sim empresas que têm veículos privados que utilizam a aplicação.

Imaginem, uma empresa envia um motorista a um hotel para buscar um cliente, é legal certo? Pois é, só que neste caso utilizam uma aplicação que os ajuda nisso e que cobra um valor por utilização, só isto. Tudo o resto é legal.

Comecei então por fazer todo o processo desde o inicio. Enviei o meu curriculum e contactaram-me. Fui a uma entrevista e fui aceite. Explicaram-me tudo. O mais importante já eu tinha, vontade de trabalhar e curiosidade, ser educado e ter boa apresentação.

Tive uma formação de umas horas e foi-me entregue um veículo. Comecei à 5 dias e estou a adorar.

Quero antes demais, felicitar todos os taxistas e motoristas privados, pela força e vontade que têm para exercer esta profissão. Não é fácil estar ao volante tantas horas.

Foto: Sérgio Lemos Figueiredo
Nestes cinco dias de trabalho reparei na simpatia dos clientes, na educação e no respeito que têm por nós. Adoram o serviço e avaliam o mesmo com muita exactidão.

Irei contar aqui algumas passagens engraçadas ao volante deste carro. Cada viagem é uma história para contar. A maioria das pessoas falam connosco e muitas desabafam. Somos quase um psicólogo e um amigo nessas alturas. Também existe quem não fale e queira descanso e silêncio.

Resumindo, estou a gostar do que tenho visto e comecei a ter uma ideia dos portugueses bem diferente da que tinha. A socialização será sempre necessária, mesmo com as tecnologias não existe nada melhor que o contacto pessoal. Está a ser uma boa experiência super interessante.

Parabéns a quem inventou está aplicação. Veio trazer mais vida a Lisboa e a toda a gente que a utiliza.

Parabéns aos taxistas que estão mais tolerantes e compreensíveis. É altura de acabar com as intrigas. Existe espaço para todos desde que haja vontade.

Escrito por Sérgio Lemos Figueiredo




Pub