Vou contar uma história, mas preciso da sua ajuda - Aconteceu na minha VIDA
loading...

Vou contar uma história, mas preciso da sua ajuda

Vou-vos contar uma história que se passou com um amigo meu. O Rui passou por uma história de amor que durou 7 anos, infelizmente ou não, o final não foi o melhor. Pelo menos para quem está de fora e entende que numa situação destas, não existia razão plausível para o sucedido.
 
Foto: Sérgio Lemos Figueiredo
Passo a contar o que realmente aconteceu, uma história de amor entre duas pessoas que se amaram desde o primeiro beijo.

Corria o ano de 2009, num casamento de uma prima do Rui, algo inesperado aconteceu...lol, esta o do inesperado é gira....mas foi mesmo.

O Rui estava à muito tempo sem namorada, cerca de um ano e meio, e estava difícil encontrar alguém que correspondesse às exigências dele (sim ele é bué exigente). Até que no casamento da sua prima, casamento esse que não queria ir, deu de caras com uma linda rapariga de nome Vera (lool, Vera, porque será que este nome aparece assim do nada). Não foi amor à primeira vista, mas andou lá perto.

Esta menina Vera, era e ainda é bonita, alta, morena, cabelos longos e encaracolados, lábios grossos, nariz perfeito, olhos selvagens e uma postura de que dá nas vistas. Não foi por qualquer razão que o Rui marcou a sua posição.....não se esqueçam, ele era bué existente......acho que ainda é.

Nesse casamento conheceu-a e pouco mais se passou a não ser uma troca de olhares. Durante 3 meses encontravam-se nos aniversários de amigos e amigas. O Rui fazia sempre questão de saber se ela ia ou não. Até que tinha chegado o dia de marcar um jantar na casa dela. Coisa que ele me contou, que foi difícil de marcar, mas ele forçou para que acontecesse-se, e assim foi. Foram as amigas ao jantar e o Rui também.

Foi nesse dia que se deu o primeiro confronto. Depois do jantar saíram, divertiram-se todos e voltaram a casa da Vera para pernoitar. Foi aí que estiveram desde as 4 da manhã até o sol nascer, na janela do quarto a conversarem até não aguentarem mais e irem descansar. O Rui como não tinha mais lugar onde ficar, ficou ao lado da Vera na cama, ambos vestidos e como muito respeito. Mas a conversa continuou até que surgiu um beijo....o inicio de uma relação de 7 anos. Pelo que o Rui me contou, foi a melhor sensação que teve na vida. Ele já tinha tido muitas namoradas, já tinha tido muitas paixões, mas a forma como esta aconteceu, foi a mais marcante.

Quem não queria um confronto destes, até eu.....lol

Bem, o Rui e a Vera desde esse dia foram aproximando-se cada vez mais, foram partilhando cada vez mais coisas. Até que chegaram a uma altura que decidiram juntar-se. O Rui foi viver para a casa da Vera e assim começaram a construir uma relação muito cúmplice e forte.

Durante 7 anos, foram equipando a casa ao poucos, com ajuda de familiares de ambos os lados, com o esforço do trabalho dos dois e como muita cumplicidade e gosto.

Durante 7 anos, passearam, conviveram, discutiram, viajaram, passaram por momentos muito bons e o mais engraçado é que, poucos foram os momentos maus que tiveram. A sério, eu sendo amigo dele até me fazia confusão, eram um casal unido, participativo, bem disposto, amavam-se muito e sempre respeitaram ambas as famílias. Eu Sérgio, nunca esperei que viesse a acontecer o que aconteceu. Para mim eram o casal perfeito. Por vezes punha-me na pele do Rui para saber o que era estar como uma mulher como a Vera. Acho que qualquer homem ficaria feliz e completo com isso.

Agora chegou a vez dos finalmentes....pois é, este amor acabou de uma forma brusca e sem explicação possível, pelos para mim.

Ambos eram muito orgulhosos, eram do mesmo signo e tinham muitos gostos iguais. Uma coisa que o Rui tinha que eu achava mal, mas compreendo a parte dele e respeito, era, o não conseguir estar longe de uma pessoa por mais de 15 dias. Dizia que se isso acontecesse que ou ele ia, ou ela ficava ou a relação acabava. Na vida dele, eu sei que pelo menos 3 relações acabaram assim, ele acabou assim, mas desta vez não foi ele que acabou.

E foi o que aconteceu, esta pelos visto foi a terceira. A Vera teve de ir trabalhar durante uns meses para fora e ele ficou. Agora vem a parte que eu não sei o que dizer, nem sei que conselhos de poderia ter dado ou dar. Compreendo a parte dele e a parte dela, mas sendo eu amigo dele obviamente sinto mais a parte dele.

Passados 2 meses ouve uma situação complicada. Um familiar da Vera faleceu e ela não pode estar presente. E infelizmente nessa altura e durante uns dias o contacto entre os dois foi diminuindo, fazendo com que despertasse uma situação de ciumes em relação ao meu amigo. Ele disse-me que não aguentou a falta de contacto e que na altura exagerou, mas pediu desculpas. Pelos vistos não chegaram.

A Vera que talvez tenha ficado em baixo e sensível, não aceitou as desculpa do Rui, dizendo lhe que já não o amava mais. Tudo isto aconteceu por sms e email. Sei que o Rui ainda tentou entrar em contacto com a Vera mas ela nunca atendeu o telemóvel.

O meu amigo Rui, depois disso teve uma altura complicada, saio de casa mesmo antes dela voltar e até hoje nunca mais se encontraram. Acho que, ele mesmo quando ela chegou ainda tentou ligar-lhe para falar, mas a resposta dela vinha sempre por sms e email.........ela dizia que precisava de falar com ele, mas por email. Ele nunca aceitou falar com ela, pois disse-me que teve um mês inteiro a tentar falar com ela e não conseguiu.

Agora digam-me, o que pensam deste casal que se separou? Acham que eles ainda se amam? Acham que existiu alguém pelo meio? Acham que ouve outras influências?

O Rui e a Vera tinham uma diferença de 10 anos, ela com 28 e ele com 38.

Escrito por Sérgio Lemos Figueiredo
Comente no Facebook

0 comentários:

Enviar um comentário