Pub

Deixem de tratar os animais como seres humanos, cresçam!!

Não podia deixar de escrever algo sobre o assunto. Crianças atacadas por cães, idosos entregues em lares, falta de respeito para com os mais velhos, o que andam estas pessoas a fazer cá! Este Mundo anda virado do avesso, completamente.

Já tive animais, tanto em casa como em quintais ou terrenos. Muitos tipos de animais, não só cães. Sei o que é não ter condições para os ter e isso é muito mau. Mas também sei o que é ter condições e possibilidades (económicas também) para os ter.
Foto: Sérgio Lemos Figueiredo
Nunca em situação alguma deixei de considerar um animal, seja ele qual for, como a própria palavra o diz "animal". E tem de ser respeitado por isso. Deve ser alimentado, tratado e mais que tudo, amado. Não misturem, humanização com amor.....e penso que é aí que muitos pecam.

Nunca deixei sobrinho ou criança alguma sozinha com nenhum animal de estimação, pois sendo eles "animais" não se comportam nem raciocinam como nós, mesmo por mais inteligentes e treinados que sejam. Já vi muitos virarem-se contra os donos sem razão aparente e eram super bem tratados.




Vejo situações muito más hoje em dia e mais uma vez, os animais entram no baralho. Vejo pessoas a serem trocadas por animais de estimação, vejo pessoas a gastarem demasiado dinheiro com animais de estimação e com elas próprias vivem em dificuldade. Vi pessoas a levarem animais ao veterinário e a deixarem familiares sozinhos nos hospitais. Bem não tinha por onde contar o que tenho visto, mas uma das coisas que mais presenciei em Lisboa, foi, muitos idosos, com família, a terem de arranjar uma companhia (animal), caso contrário, estariam sozinhas e abandonadas. Sério, mexe ainda comigo, sou sensível a isso.

Primeiro, ninguém é substituível, nem por animal, e vice-versa. Devemos respeitar todos os seres vivos deste planeta e tentar, pelo menos tentar mudar em relação a isso.

Agora digam-me, que mentalidade é esta, em que um cão, animal de estimação pode estar em casa, dormir no sofá, comer ao nosso lado e ter todos os requintes humanos e no mesmo prato desse animal de estimação já esteve outro, vivo, mas porque não era cão nem gato teve de morrer e virar comida para o ser humano e para o cãozinho......giro não é, uns são animais de estimação outros animais de prato. Enquanto isto não mudar, vai ser difícil.

E olhem, levem os vossos filhos a uma quinta pedagógica, mostrem-lhes os cordeiros, as galinhas, as vaquinhas, mas não se esqueçam, quando chegarem a casa, digam-lhes que o jantar vai ser um deles. Não sei o que estes pais de hoje em dia pensam em relação a isto, pois já estive com os meus sobrinhos num local destes e achei degradante, mas nunca vi ninguém a questionar isto, onde anda a sensibilidade do ser humano?

Uma certeza tenho eu, como em quase tudo, quando não funciona ou quando a liberdade vira libertinagem, lá vêm as leis e os castigos (económicos), pois só assim o Português aprende, é pena.
 
Mentalidades retrogradas e desumanas.

Escrito por Sérgio Lemos Figueiredo



Pub