Hoje tive saudades tuas, sim, muitas... - Aconteceu na minha VIDA
loading...

Hoje tive saudades tuas, sim, muitas...

Hoje senti saudades tuas, sim muitas. Passaram-se alguns meses, parecem anos, séculos. Hoje senti aquele cheiro quando acordei, lembras-te dele? Aquele que sorria todas as manhãs do meu lado e dizia-me ao ouvido, "amo-te muito". De certo te lembras....

As saudades por vezes conseguem paralisar-nos por minutos, as saudades daquele abraço quente durante a noite, da tua cabeça sobre o meu peito cheio de felicidade. É impossível esquecer.... mesmo com a pele a enrugar-se com a idade, o vinco dos teus cabelos encaracolados ficarão sempre comigo. Os teus cabelos diziam-me todas as noites "amo-te muito".



Hoje senti saudades daquele telefonema durante a manhã, daquelas mensagens que me  preenchiam a tua ausência. Aquelas palavras escritas pelos dedos que muitas vezes passaram na minha cara e diziam "amo-te muito".

Sabes, hoje senti saudades de jantar naquele restaurante, no Chiado, com aquele calor de verão, cheio de pessoas como nós... como duas almas que apreciam uma simples sobremesa. E sabes, o que os teus lábios diziam? Pois, "amo-te muito".

Podia dizer-te que tive saudades de ti....mas o que és tu? quem és tu?....será que és mesmo o conjunto de elementos essenciais para eu viver? Poderá ser, és muito exigente como eu, ou talvez sempre o disseste para justificar algo. Esse algo que começo a entender. A tua exigência muita vez dizia-me "amo-te muito".

Hoje senti saudades de pegar na tua mão e caminhar pela ETERNIDADE. A força que muita vezes fazia, era a forma de mostrar o medo que tinha de a perder, de te perder, como se a morte me viesse buscar e tu não deixasses. Sabes, a tua mão ainda me sussurrava "amo-te muito".

Agora tenho a certeza que ninguém é substituível, muito menos tu.

Agora quero ter saudades todos os dias.

Mas sabes, alguém deixou de me dizer "amo-te muito".
 
Sérgio Lemos Figueiredo
Comente no Facebook

0 comentários:

Enviar um comentário