Pub

Dom Pedro I, amante insaciável?

Reza a lenda que, quando Dom Pedro I passava, os nobres portugueses e ricos brasileiros escondiam suas filhas. A fama de amante insaciável do príncipe começou já aos 16 anos de idade.

Na fase adulta, o imperador tinha três grandes paixões: música, cavalos e mulheres, não necessariamente nessa ordem!
Foto: Sensacionalista
A primeira amante de Dom Pedro I foi a bailarina francesa Noémi Thierry, com quem ele teve um filho, que morreu no parto.

Mas a grande paixão da vida do imperador foi Domitila de Castro, a quem o nobre deu o título de Marquesa de Santos, além de quatro filhos.

A fama de Dom Pedro não era por acaso. Ele chegou, até mesmo, a ter um filho com Ana Augusta, uma monja portuguesa.

Além disso, é claro, Dom Pedro I não deixava suas escravas em paz, frequentava bordéis e seduzia moças de família.

O imperador se casou com D. Leopoldina, e a história dá a entender que a imperatriz morreu de tristeza, por causa das aventuras amorosas do marido.

D. Pedro também teve um caso com a irmã da Marquesa de Santos, a baronesa de Sorocaba Maria Benedita de Castro Canto e Melo, a quem deu um filho.

Como podemos ver, Dom Pedro não foi nenhum santo. Aliás, é importante ressaltar que ele teve, nada menos, que 18 filhos entre legítimos e ilegítimos.

Fonte: Site Curiosidadesa

Pub