O Porto visto por quatro olhos

A memória parece estar sempre virada para estes lados. Os lados que passaram e que não voltarão da mesma forma..

Foto: Sérgio Lemos Figueiredo

Recordo o Porto como se ainda lá estivesse.

Recordo o Porto pelos quatro olhos que o viram.

Recordo sim, a francesinha que comi do lado oposto da mais bela imagem que guardo.

Também recordo um palácio que me fez lembrar a vida de príncipe.

Ela, a cidade que recordo, num belo café, em que os espelhos reflectiam todos os sentimentos verdadeiros.

A memória de uma descida longa, por trilhos de pedra, em que as mãos suavam e pediam mais.

Até o peixe grelhado, o tal que ainda sinto o odor, me faz lembrar a brisa que lhe levava os cabelos.

Recordo o medo da corrente que afastou o barco, que por minutos m levou a um porto seguro.

Recordo a estação, de cores e azulejos, com um cheiro único e com um olhar fixo, não deixei de a seguir.

Recordo e bem as ondas que batiam no porto e nos molharam.

Algumas vezes recordo o olhar, lindo e concentrado, numa livraria, num livro.

Recordo o pequeno almoço, simples, saboroso. O tal...

Recordo os kilometros que andamos, que pareciam não ter fim.

A memória das tuas expressões ainda cá estão. Recordo-as sempre.

Acredito que o íman da recordação te leve muitas vezes ao lugar que tanto querias.

Por fim recordo as voltas e voltas, sem destino n lugar desconhecido para jantar.

Recordo e recordarei enquanto existir. Foi bom, gostava de repetir.

Assim recordo...
O Porto visto por quatro olhos O Porto visto por quatro olhos Reviewed by Aconteceu na minha VIDA on 11:42:00 Rating: 5

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.